Encadernação artesanal com papel e costura

0
37

Com combinações de cores e texturas, Luiz Masse mostra que encadernação artesanal é uma arte que mistura beleza com funcionalidade!

Aprenda como fazer encadernação artesanal com papel e costura de uma forma rápida e prática! A peça serve como bloco de anotações, lembranças de aniversários, álbum de fotografia, agenda, diário customizado, decoração de cenários e espaços temáticos e muito mais! O passo a passo é ensinado por Luiz Masse, nome referência em artesanato com papel. O artesão coleciona diversas participações em cursos, workshops e feiras da área.

Assista o passo a passo no vídeo abaixo:

A nossa encadernação artesanal foi feita usando 2 tipos de papéis: O papel Sirio Pearl e o Color Plus, linhas de papéis especiais da Fedrigoni. A Sirio Pearl possui papéis e cartões metalizados, com acabamento perolizado em ambos os lados, feitos com celulose e coloridos na massa com pigmentos resistentes à luz. Já o Color Plus apresenta papéis lisos, também coloridos na massa e são ideais para confecção de envelopes, convites, pastas e materiais promocionais.

Encadernação artesanal com papel e costura

No passo a passo ensinado por Luiz Masse, unimos a arte criativa com papéis e a costura sólida para formar um volume compacto de papéis coloridos por baixo de uma capa para proteção e decoração da peça. As folhas de papéis foram juntadas de uma forma que seja fácil manuseá-las sem comprometer a estética e beleza da encadernação artesanal.



Encadernação artesanal com papel e costura - Ilustração

Materiais da encadernação artesanal:

Parte externa:

  • Papel Sirio Pearl – 300g – Metalizado;

Parte interna:

  • Papel Color Plus – 80g A4 – Fedrigoni – Várias Cores
  • Fio encerado;
  • Agulha sem ponta;
  • Tesoura;
  • Agulhão;
  • Berço para encadernação.

Medidas:

11 cm , 12 cm, 16 cm, 8 cm, 7 cm de largura em cada vinco e 23 cm de altura.

Passo a passo resumido:

  1. Para fazer a capa, pegue um papel de 54 cm x 23 cm e faça os vincos utilizando o agulhão.
  2. Faça o corte que servirá para o feixo do caderno.
  3. Pegue o papel A4 de 80g e dobre ao meio e faça os furos com o agulhão.
  4. Costure a peça com o fio encerado e finalize.



Imagem detalhe da peça:

Peça aberta com capa preta:

Encadernação artesanal com papel e costura - Detalhe 1

Peça aberta com capa preta e folhas coloridas:

Encadernação artesanal com papel e costura - Detalhe 2

Curiosidade sobre encadernação!

Além da encadernação artesanal, existem vários tipos de encadernação para usos específicos. Veja algumas delas:

Brochura:

Brochura é a encadernação onde os cadernos (que constituem o miolo do livro ou revista) são costurados na lombada em forma de acabamento, e colados a uma capa mole, normalmente de papel grosso, ou apenas colados e fresados, sem a necessidade de costura.

Canoa:

A encadernação do tipo canoa ou dobra é aquela usada em revistas e panfletos, na qual os cadernos são grampeados por inteiro.

Espiral:

O método de encadernação com arame em espiral é muito utilizado para encadernação com qualquer quantidade de páginas, em cadernos escolares, apostilas, monografias, etc. Nesse modo de encadernação, as folhas são furadas mecanicamente. Os furos são circulares. Na maioria das vezes a capa é de cartolina ou plástico.

Wire-o:

O sistema de encadernação wire-o é uma evolução do processo de encadernação em espiral. Utiliza garras metálicas em duplo anel. As folhas de papel onde serão inseridas devem ter furos quadrados ou retangulares. É muito usado na confecção de agendas, calendários e cadernos escolares pois permite a utilização de várias gramaturas de papéis, vários tipos de plásticos e outros materiais. A encadernação wire-o é uma ótima opção para artistas e designers, na produção de catálogos e portfólios. Este método de encadernação também é muito utilizado em calendários de mesa.

Termoencadernação:

Termoencadernação refere-se aos processos de encadernação que utilizam algum tipo de cola ativada termicamente, sem necessidade de perfurar os materiais a encadernar. Na sua variante mais simples, são utilizadas capas com uma tira de um material colante que é ativada através de equipamento próprio, que aquece a cola, selando assim os conteúdos a encadernar.

Encadernação industrial:

Os métodos industriais são aqueles utilizados pela indústria gráfica, para produzir grandes quantidades de exemplares. No entanto, as gráficas rápidas vêm gradativamente incorporando tecnologias que permitem produzir pequenas tiragens a um custo acessível, o que antes era impossível. Existe, também, nos orçamentos das gráficas, um briefing contendo informações que auxiliam a decisão do cliente na escolha do formato, número de cores, tipo de papel, quantidade e acabamento de cada peça. Este último, traduz o tipo de processo de encadernação: dobras, grampos, lombadas, faca de corte especial, verniz, relevo, bolso, dentre outros formatos.



Veja outras aulas!

Se você gostou dessa ideia, nós recomendamos as seguintes aulas que podem deixar você mais experiente em artesanato.

Contato do artesão:

O contato do artesão é indicado para quem deseja participar de cursos, aulas, workshops, palestras ou simplesmente conhecer mais do trabalho do profissional que esteve presente em nossa videoaula.

ARTISTA: Luiz Masse
TELEFONE: 11-98450-0021
FACEBOOK: www.fb.com/luizmassecartonagem
INSTAGRAM: @luizmasse
ENDEREÇO: Ateliê Luiz Masse – Rua Fradique Coutinho 172, Pinheiros – SP

Mais conteúdos nas redes sociais!

Facebook: Curta o Artesanato Na Rede no Facebook e fique por dentro do melhor da arte com aulas rápidas, publicações de inspirações, imagens, transmissões e muito mais!

Pinterest: O perfil do Artesanato Na Rede no Pinterest é recheado de ideias categorizadas por técnicas e insumos que vão inspirar você na hora de criar ou reproduzir uma peça. Além disso, a maioria dos nossos “pins” contém o passo a passo da ideia.

IMAGEM: Artesanato na Rede
Fonte: Fedrigoni / Senac / Wikipédia